quarta-feira, 28 de março de 2012

Tem um buraco no meio do caminho

                Tem um buraco no meio do caminho... Sei lidar melhor com as pedras: as removo, transformo em flores, contorno, pulo, ou simplesmente aceito. Os buracos ainda são difíceis de entender. Se for  pequenino, salto, dou a volta, se for grande, muitas vezes a melhor opção é entrar com o corpo todo, ficar um tempo ali, fazer a vistoria do espaço ou não fazer nada, só ficar ali, quietinha, em meditação. Quem sabe consigo até sair dali com um diamante!

2 comentários:

  1. Querida,

    Reflito junto com voce. Que bonito!

    Um abraço,
    Tânia Peixoto

    ResponderExcluir
  2. Como um diamante, firme e transparente.

    ResponderExcluir